Termelétrica da Eldorado Brasil: gestão do abastecimento de biomassa vai utilizar sistema INFLOR

//Termelétrica da Eldorado Brasil: gestão do abastecimento de biomassa vai utilizar sistema INFLOR

Termelétrica da Eldorado Brasil: gestão do abastecimento de biomassa vai utilizar sistema INFLOR

Termelétrica da Eldorado Brasil: gestão do abastecimento de biomassa vai utilizar sistema INFLOR

A INFLOR será uma das principais fornecedoras do projeto da maior usina termelétrica do país movida a biomassa, que está sendo desenvolvido em Três Lagoas (MS).

 

A ferramenta INFLOR Forest será utilizada pela Eldorado Brasil para gerenciar o aproveitamento de tocos e raízes deixados para trás na produção de celulose, além de madeira inservível. A Eldorado, que já usa o sistema da INFLOR em seu processo produtivo regular, vai gerar energia elétrica para o sistema nacional por meio da queima do material orgânico na nova usina.

 

O aprimoramento da plataforma da INFLOR para o uso na gestão de biomassa foi iniciado em junho. O desenvolvimento se dá na criação de novas funcionalidades nos módulos de Colheita e Transporte do INFLOR Forest. “O principal desafio desse projeto é ajudar a empresa a programar e controlar os processos florestais que vão abastecer a usina”, pontua Vinicius Mattos, Gerente Operacional da INFLOR.

 

O sistema da INFLOR vai garantir que os processos rodem em total sinergia para que o usuário consiga carregar, primeiramente, os inventários dos produtos. Em seguida, permitirá gerar volume de celulose e toneladas de biomassa que ele calcula que vai extrair do talhão e as toneladas de produto inservível. É essa parcela inservível para celulose que vai abastecer a termelétrica. “O sistema vai garantir ainda a rastreabilidade dessa madeira, separando o que é matéria-prima para celulose ou biomassa para energia”, explica Raphael Caniçali, Gerente de Soluções de Colheita da INFLOR.

 

O projeto de aprimoramento do INFLOR Forest contempla quatro fases e deve ser finalizado em dezembro deste ano. A usina termelétrica da Eldorado Brasil, batizada de Onça Pintada, deve entrar em operação no início de 2021 e terá capacidade para produzir 50 MW/h da chamada “energia verde”, 100% oriunda de matéria-prima renovável. O investimento da empresa no projeto é de cerca R$ 350 milhões.

 

Atualmente, a Eldorado Brasil já utiliza o módulo de colheita do INFLOR Forest, que controla o sistema mecanizado dos equipamentos Harvester e Forwarder, que colhem, cortam, descascam e empilham a madeira nos talhões, deixando-a pronta para ser transportada até a indústria.

 

Sobre a Eldorado Brasil

Uma das mais modernas fábricas de celulose do mundo, a empresa produz 1,7 milhão de toneladas/ano de celulose de eucalipto, 90% das quais têm como destino a exportação. O complexo industrial fica em Três Lagoas (MS). A empresa conta com mais de 200 mil hectares de plantios florestais instalados no seu entorno, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região. Autossuficiente na geração de energia, com a usina termelétrica a companhia entra no negócio de geração de energia para o mercado.

 

Sobre a INFLOR

Com sede no Espírito Santo e atuação nos quatro continentes, a INFLOR vem mudando a maneira de gerenciar ativos biológicos ao redor do mundo. Os sistemas de gestão desenvolvidos pela empresa estão presentes em mais de 12 milhões de hectares de cultivos diversos. Com um histórico de mais de 20 anos de experiência, suas soluções auxiliam as empresas a maximizarem a performance na administração de ativos florestais e agrícolas, permitindo alavancar ganhos por meio do uso consciente dos recursos naturais e respeito socioambiental. A empresa se prepara para ingressar em uma nova fase, explorando o mercado B2C e ampliando sua escala de atuação.

2020-08-25T15:33:23-03:00

Deixar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.