3 mitos sobre florestas de eucalipto

//3 mitos sobre florestas de eucalipto

3 mitos sobre florestas de eucalipto

As florestas de eucalipto representam um grande potencial econômico para o Brasil. Para se ter ideia, de acordo com o relatório divulgado pela Indústria Brasileira de Árvores (IBÁ), o setor de árvores plantadas representou cerca de 1,2% do PIB Nacional e receita bruta total de R$ 97,4 bilhões, em 2019. Porém, muitos mitos ainda cercam o ramo.

Para esclarecer essas questões, nós, do Blog da INFLOR, preparamos este conteúdo com 3 mitos sobre florestas de eucalipto. Continue a leitura e entenda mais. 

Veja também: Como aumentar a produtividade e reduzir custos na gestão florestal?

De onde surgiram os mitos sobre as plantações de eucalipto?

De acordo com matéria publicada no site da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF), os mitos sobre as plantações de eucalipto começaram nas décadas de 1960 e 1970, quando os reflorestamentos não atingiram os resultados esperados de produtividade. O insucesso foi causado por muitos fatores, entre eles a falta de pesquisa científica, planejamento ineficiente do uso da terra, plantio em terrenos inadequados, entre outros.

Confira a lista com 3 mitos sobre as florestas de eucalipto:

1. O eucalipto consome muita água?  ❌ Mito.

O consumo de água em florestas de eucalipto é praticamente similar ao de outras espécies que têm a mesma taxa de crescimento. Nos casos de plantações bem manejadas, as raízes retiram os nutrientes do solo e, em contrapartida, os devolvem como matéria orgânica por meio de folhas secas. Esse ciclo é capaz de recuperar a fertilidade da terra, de maneira que absorva mais água e contribua para o lençol freático. As florestas de eucalipto também retêm menos água da chuva do que matas nativas. 

 2. Florestas de eucalipto prejudicam comunidades vizinhas? ❌ Mito.

A atividade gera empregos de forma direta e indireta, seja nos viveiros, onde as mudas são produzidas, ou mesmo na manutenção da floresta em desenvolvimento. A população ao redor é quem fornece a mão de obra para suprir as demandas das empresas florestais. As comunidades vizinhas das florestas podem ter uma fonte de renda, aprendem uma profissão e se desenvolvem. Outro benefício para os povoados próximos das plantações de eucalipto são os investimentos em infraestrutura. Um exemplo comum é a pavimentação de estradas onde passarão os caminhões que transportam a madeira, além de muitos outros investimentos sociais são feitos. 

3. Plantação de eucalipto prejudica o meio ambiente? ❌ Mito.

Um hectare de eucalipto plantado é capaz de retirar cerca de 100 toneladas de carbono da atmosfera por ano, o que contribui para a diminuição da poluição, do aquecimento global e combate o efeito estufa. Outro fato positivo é que as plantações de eucalipto reduzem significativamente o corte de árvores nativas, pois podem abastecer indústrias de carvão vegetal, móveis e madeira.

Precisa otimizar a gestão florestal?

A tecnologia pode ser uma grande parceira para otimização da gestão de florestas de eucalipto. O INFLOR Forest simula cenários, traça metas, calcula custos, apura rendimentos e gera indicadores de desempenho personalizados, além de inúmeros outros benefícios. A INFLOR é a líder latino-americana no mercado de sistemas de gestão florestal

 

Ficou interessado(a)? Entre em contato com nossa equipe para saber mais. Teremos prazer em ajudar você.

🔎 Conheça o blog da INFLOR

 

Fique por dentro de nosso blog, compartilhamos informações valiosas para sua gestão florestal. Aproveite outros conteúdos que podem ser de seu interesse.

Florestas plantadas: o consumo de madeira no Brasil

Qual a importância da silvicultura no Brasil?

2021-08-25T18:08:24-03:00

Deixar Um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.